Teste de vacina contra covid-19 de empresas dos EUA e Alemanha começou a ser aplicado em voluntários de Salvador e São Paulo hoje (5)

A vacina desenvolvida por pesquisadores as empresas Pfizer e Biontech, dos Estados Unidos e da Alemanha, começou a ser testada nos mil voluntários – com idade entre 18 e 85 anos – das cidades de Salvador-BA e São Paulo-SP nesta quarta-feira (5). A vacina está entre as seis mais avançadas das quase 170 que estão sendo estudadas em todo o mundo.

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) havia aprovado a testagem no dia 22 de julho. Diferente das outras vacinas, neste caso, pessoas de quaisquer áreas de atuação, desde que expostos ao vírus, poderiam participar da testagem – as demais priorizaram profissionais de saúde. Metade dos voluntários vai receber a vacina e outra metade vai receber o placebo para testar a eficácia.

 

Vale lembrar que a vacina experimental se mostrou promissora em sua fase inicial, conforme um artigo publicado no dia 20 de julho. A prévia apontou que a substância é segura e capaz de induzir resposta imunológica. Os resultados, entretanto, ainda têm que ser validados por outros pesquisadores antes de serem publicados em uma revista científica.

 

A próxima dose da vacina será aplicada nesses mesmos voluntários depois de 21 dias. Os EUA compraram 100 milhões de doses da vacina. A Pfizer também está em negociação com outros governos, inclusive com a União Europeia. O Japão comprou 120 milhões de doses até a primeira metade de 2021.

Compartilhar agora
X