SURTOS DE COVID: Companhias de cruzeiros suspendem temporariamente as operações no Brasil

As companhias de cruzeiros decidiram suspender as operações voluntariamente no Brasil até dia 21 de janeiro. De acordo com o comunicado emitido hoje (3), a Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros “busca alinhamento com as autoridades do governo federal, Anvisa, estados e municípios para resolver as diferenças de interpretação e aplicação das medidas previamente aprovadas com este novo cenário”.

 

Hoje, o ministro do Turismo, Gilson Machado, disse à CNN que a Ômicron mudou o cenário para a continuidade da temporada de cruzeiros no país e que o governo estava reavaliando as regras para embarque. Apesar disso, o comunicado da Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (CLIA) diz que os “protocolos do setor de cruzeiros excedem a maioria de outras indústrias e permanecem eficazes para mitigar o risco de COVID-19” e que os casos identificados nos navios “consistem em uma pequena minoria da população total a bordo”.

 

Por fim, a CLIA informa que “a atual temporada, após o término da suspensão, poderá ser cancelada na íntegra se não houver adequação e alinhamento entre todas as partes envolvidas para possibilitar a continuidade da operação”.

foto: MSC

Compartilhar agora
X