SOCORRO, DEUS! Diretor-geral da OMS diz que pandemia “não está nada perto de acabar”

A pandemia da covid-19 “não está nada perto de acabar”, segundo o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, que numa coletiva de imprensa realizada ontem (18), trouxe preocupações acerca do surgimento de novas variantes do SARS-COV-2. Ele destacou o trabalho de monitoramento e disse que mais de 7 milhões de sequenciamentos genéticos de 180 países foram encaminhados para o GISAID, uma plataforma global que reúne dados genômicos de mutações da gripe e do novo coronavírus.

 

“A pandemia não está nada perto de acabar, e com o rápido crescimento da Ômicron globalmente, novas variantes devem surgir, o que mantém o rastreamento e o monitoramento como essenciais”, afirmou Tedros. O diretor da OMS também destacou a exaustão dos profissionais de saúde e possíveis picos de mortes em países cuja vacinação ainda não avançou. “Não se enganem, a Ômicron está causando hospitalizações e mortes”, destacou.

 

“O número de mortes permanece estável no momento, mas estamos preocupados com o impacto que a Ômicron já tem nos profissionais da saúde, que estão exaustos, e nos sistemas de saúde sobrecarregados”, completou Tedros, que voltou a debater sobre a desigualdade no acesso a vacinas e medicamentos aprovados pela OMS contra a Covid.

 

foto: Fabrice Coffrini/Pool via Reuters

Compartilhar agora
X