Prefeitura do Rio libera público no Maracanã para o Flamengo e demais clubes se unem contra o rubro-negro e vão ao STJD

A prefeitura do Rio de Janeiro aceitou o pedido do Flamengo e vai liberar a presença dos torcedores no Maracanã nos jogos do clube a partir do dia 15 de setembro. Na ocasião, o Rubro-Negro encara o Grêmio, pela partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

Na decisão que consta em nota técnica assinada pelo Secretário de Saúde, Daniel Soranz, há a liberação para três partidas do clube carioca como uma espécie de evento-teste. Nessas partidas, será permitida a ocupação de 35% a 50% da capacidade do estádio.

Nesta quarta-feira (08), 19 clubes da Série A (Flamengo não participou) realizaram uma reunião com a CBF e decidiram ingressar no STJD com um pedido para derrubar a liminar do tribunal que permitiu a liberação de público em jogos do time carioca.

A proposta aprovada na reunião foi de que o público não seja liberado a nenhum clube até, pelo menos, o dia 02 de outubro, já que muitas cidades ainda têm diferentes restrições por conta da Covid-19. A ideia é só liberar a volta da torcida quando todos os clubes possam ter em seus estádios seus torcedores.

Na reunião, os clubes também decidiram o caminho a ser tomado caso o Flamengo – ou qualquer outro clube – opte por utilizar a liminar para levar público ao estádio. Nesse caso, os times devem tentar o adiamento da rodada ou, em último caso, a recusa das agremiações de entrar em campo.

Compartilhar agora
X