Página no Instagram expõe grandes nomes da moda por racismo e toma a web. Confira:

Desde o dia 31 de março, um perfil no instagram, vem fazendo graves denúncias de racismo e assédio moral atingindo grandes nomes e marcas reconhecidas e poderosas. Nesse último final de semana as denúncias à indústria tomaram a web. Cenas que lembram o filme ‘O diabo veste Prada’.

 

Ainda esta semana o responsável por todas as campanhas da Riachuelo foi afastado da marca. Ralph Choate foi limado do seu posto após uma denuncia de anônima em que lhe foi atribuída a seguinte frase sobre inclusão no mundo da moda: “daqui a pouco vou ter que escalar um anão com vitiligo”.

 

A conta do instagram intitulada ‘MODA RACISTA’ passou a receber muitas mensagens de denúncias e depoimentos de vários modelos também de ex-funcionários, muitos deles citaram nomes como Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, dois ícones da cena fashion nacional. Alguns relatos, os designers que já foram casados,  costumavam recusar modelos negras no casting  de seus desfiles. “Ele nunca deixou uma modelo negra entrar na sala. Era proibido em castings, inclusive de cabelo crespo”, denunciou uma ex-funcionária.

 

À Veja, um ex-assistente de Lourenço disse que “Reinaldo e Gloria humilhavam as modelos que não tivessem cara de rica, sendo imprescindível terem a pele branca. Se as meninas tivessem cabelo enrolado, ele não olhava na cara”. O post do estilista em apoio ao #BlackoutTuesday, que reuniu diversas críticas, saiu do ar. Ambos reconheceram suas atitudes no passado e se desculparam.

 

Algumas modelos também usaram suas próprias paginas na rede social e abriram espaços para manifestações. Em vídeo publicado no seu IGTV, a modelo Daria Rosa fala sobre racismo nos bastidores de Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, além de cobrar posicionamento de agencias que permitem essas situações. Thayná Santos, também modelo, compartilhou nos stories várias experiências racistas vividas por seguidores. Inclusive a própria Gloria que entrou em contato para parabeniza-la e pedir desculpas.

 

O perfil do instagram que denunciou esses nomes entre outros, de racismo, afirma ter “coisas piores”. A página continua recendo denuncias e depoimentos e o números de seguidores vem crescendo desde então.

 

Por Pablo Henri

Compartilhar agora
X