Muito o que comemorar: primeiro transplante de pulmão bem-sucedido no país é realizado em paciente que teve covid

A medicina brasileira tem muito o que comemorar! Um transplante de pulmão foi realizado em São Paulo pela equipe médica do Hospital Israelita Albert Einstein. O paciente é o empresário alagoano José Hipólito Correia Costa, de 61 anos, que teve o órgão destruído pela covid-19, com uma fibrose irreversível. O procedimento aconteceu em fevereiro e só foi divulgado agora, por decisão médica.

 

A cirurgia demorou dez horas e envolveu sete profissionais e a situação inusual de ter um paciente conectado a duas Ecmos simultâneas: aquela à qual ele já estava ligado antes e outra usada durante o transplante. Os dois equipamentos foram desconectados logo após o procedimento. A recuperação foi trabalhosa. Além da perda muscular sofrida durante o longo período na UTI após o transplante, ele teve complicação neurológica e convulsões com rebaixamento do nível de consciência, devido ao uso das medicações imunossupressoras. Foram quase sete meses de internação hospitalar e o empresário espera receber alta nos próximos dias.

 

O transplante foi o segundo realizado com paciente que teve covid na instituição. O primeiro doente, porém, não sobreviveu. No mundo, foram documentados cerca de 50 procedimentos desde o início da pandemia. Com o sucesso dessa nova cirurgia, a equipe do Albert Einstein tem esperanças de seguir com o procedimento em outros pacientes.

 

*com informações Folhapress

foto: reprodução/arquivo/Folhapress

Compartilhar agora
X