Medina justifica que não foi vacinado contra a covid-19 por não ter conseguido espaço na agenda para ir se imunizar

Fora do Mundial de Surfe no Taiti por não estar imunizado, Gabriel Medina explicou que não conseguiu encaixar um momento para se vacinar contra a covid-19 na sua agenda de treinos. Líder do ranking mundial de surfe,  o brasileiro usou as redes sociais na manhã desta sexta-feira (6) para se pronunciar sobre o fato de ainda não ter sido vacinado, o que gerou muitas críticas.

 

“Vacina salva vidas, galera! Foi um erro meu eu não ter conseguido encaixar a imunização na minha agenda de treinos pros desafios desse ano, focado no Campeonato Mundial. Mas em breve tomarei a minha. Enquanto isso, sigo tomando todos os cuidados e seguindo os protocolos de segurança”, escreveu.

 

Não se imunizar foi uma opção do surfista, já que o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) disponibilizou a vacina contra o nvoo coronavírus para todos os atletas brasileiros inscritos nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Como a imunização não era uma exigência da competição, Medina escolheu não ser vacinado.

Compartilhar agora
X