Instituto Butantan inicia etapa final de produção da CoronaVac

O Butantan iniciou ontem (9) o envase, ou seja, a etapa final de produção, da vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto. A produção está sendo feita com os insumos – “ingredientes” necessários para a finalização da vacina que chegaram recentemente. Caberá ao Butantan concluir a etapa final de fabricação da vacina, que ainda está na terceira fase de testes, estágio em que a eficácia precisa ser comprovada antes da liberação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

De acordo com o Governo de São Paulo, a produção acontece na fábrica do Instituto, que tem 1.880 metros quadrados, contará com o reforço de 120 novos profissionais – atualmente são 245 – e que agora terá funcionamento de 24 horas por dia. A expectativa é a de conseguir envasar entre 600 mil a um milhão de doses por dia, e o primeiro lote terá aproximadamente 300 mil doses.

 

O governo de São Paulo já recebeu 120 mil doses prontas da CoronaVac, além da carga de insumos que pode virar até 1 milhão de doses. Pelo acordo, ao todo, o Butantan receberá do laboratório chinês 6 milhões de doses prontas para o uso e vai formular e envasar outras 40 milhões de doses. João Doria (PSDB) disse ontem (9), que dez estados solicitaram a vacina CoronaVac.

foto: GOVESP

Compartilhar agora
X