Flávio Bolsonaro é denunciado por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro nessa terça-feira (3). O órgão o denunciou à Justiça por organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e apropriação indébita no esquema das “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Estado (Alerj), quando ele era deputado estadual.

 

Além do primogênito do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-assessor dele, Fabrício Queiroz, e outros 15 investigados no esquema foram denunciados. Segundo o G1 RJ, a denúncia foi ajuizada no dia 19 de outubro, mas o encaminhamento ao desembargador responsável pelo processo no Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) ocorreu apenas na noite de ontem.

 

O esquema criminoso veio à tona ainda em 2018, a partir de um relatório do Conselho de Controle de Operações Financeiras (Coaf). O documento indicava transações suspeitas na conta de Queiroz, que recebia de volta parte do salário dos assessores do gabinete. Flávio Bolsonaro nega ter tido conhecimento da prática. (BN)

 

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Compartilhar agora
X