Falha no sistema atrasou início de provas do Enem digital em Petrolina

As provas do Enem digital aplicadas no prédio do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão) de Petrolina, no Sertão do Estado, começaram com atraso devido a problemas no sistema de informática do exame.

 

Em sete laboratórios da instituição, 190 candidatos iniciaram a avaliação em horários diferentes dos demais participantes do País por causa dessa falha. Oficialmente, o Enem começou às 13h30. Para esses estudantes, os testes foram liberados em horas diferentes, variando entre 14h10 e 15h40.

 

Margareth Carneiro, coordenadora estadual do Enem em Pernambuco pela Fundação Cesgranrio, empresa contratada pelo Inep para aplicar o exame, informou que os candidatos não serão prejudicados.

 

As provas deste domingo foram redação, linguagens e ciências humanas. Apenas a redação ocorre no formato tradicional, ou seja, escrita em papel impresso. As demais são respondidas em computadores.

 

Em todo o Brasil estão inscritos 3.109.762 estudantes para o Enem, sendo 3.040.871 para o exame impresso e 68.891 para o digital. Em Pernambuco há no total 178.777 feras inscritos.

 

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Compartilhar agora
X