Estudo identifica “efeito Bolsonaro” em cidades com mais casos de covid-19; entenda

Um estudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro identificou o que chamou de “efeito Bolsonaro” na disseminação do novo coronavírus pelas cidades do Brasil. A pesquisa divulgada hoje (13) pela Folha de S. Paulo diz que “a covid-19 causa mais estragos nos municípios mais favoráveis ao presidente Bolsonaro”.

 

Foram cruzados dados de expansão da doença com o resultado na votação em 1º turno nas eleições presidenciais de 2018 nos 5.570 municípios brasileiros. O levantamento aponta que os resultados mostram que, para cada 10 pontos percentuais a mais de votos para Bolsonaro, existe aumento de 11% no número de casos de contaminação pelo novo coronavírus e de 12% no número de mortos pela doença.

 

Um trecho do estudo diz que o discurso ambíguo do presidente induz seus partidários a adotarem com mais frequência comportamentos de risco, ou seja, de menos respeito às instruções de confinamento e uso da máscara e a sofrer as consequências. Ainda de acordo com os pesquisadores, esse foi o efeito que mais chamou a atenção, pois, em princípio, não haveria razão para explicar o motivo de cidades que votaram mais em Bolsonaro terem proporcionalmente mais mortes do que nos outros locais estudados.

foto: reprodução/Instagram

Compartilhar agora
X