Djokovid? Tenista número 1 do mundo realiza torneio sem seguir regras contra Covid e o resultado foi… “positivo”

O tenista número 1 do mundo Novak Djokovic, da Sérvia, realizou um torneio no final de semana passado muito contestado pelo mundo afora. Tudo porque, o Adria Tour, não seguiu à risca as medidas de segurança contra a Covid-19 e pode acreditar, o torneio foi realizado com presença de público e boa parte dele, sem o uso de máscara e todos aglomerados como você vê na foto acima.

 

Após críticas, Djokovic disse que seu país estava com a pandemia controlada e teve o aval do governo para realizar a competição. Além de Djoko, diversos tenistas de grande expressão marcaram presença, como Borna Coric, Alexander Zverev, Viktor Troick e Grigor Dimitrov. Além dos jogos em quadra, o torneio realizou festas e encontros informais entre os jogadores.

 

O resultado disso foi positivo…para o novo coronavírus. Até o fechamento desta matéria, três jogadores foram diagnosticados com o vírus. O primeiro foi Grigor Dimitrov, depois Borna Coric e por último Viktor Troick que além dele, sua esposa, grávida, também foi positivada. Fora os atletas, alguns membros do staff dos atletas também tiveram testes positivos. Djokovic, realizador do evento, ainda não se pronunciou sobre os resultados dos testes e nem divulgou o seu próprio exame.

 

O torneio foi motivo de muita crítica na imprensa e entre os próprios atletas. Bruno Soares, um dos principais tenistas brasileiros e do mundo nas duplas, fez duros comentários: “O resumo para mim disso aí é “Show de horrores”.  Irresponsabilidade enorme, imaturidade gigante. Eu acho que eles foram displicentes e totalmente… até me ajudem porque nem sei a palavra… Numa situação mundial que, por melhor que você esteja, nem que seja no Pólo Norte, com nenhum caso, você não vai sair fazendo festa, show de música, aglomeração e postando no Instagram. O mínimo de respeito com tudo que está acontecendo pelo mundo” disse ao Globo Esporte. Outros atletas do circuito profissional como Andy Murray e Nick Kyrgios também não pouparam críticas.

 

Além desta competição, outras atitudes do Djokovic foram alvos de críticas, quando disse que não tomaria a vacina da Covid-19 quando descoberta: “Pessoalmente eu sou contra vacinação e não quero ser forçado por alguém a tomar uma vacina para poder viajar. Mas caso se torne obrigatório, o que vai acontecer? Vou ter que tomar uma decisão. Tenho meus próprios pensamentos sobre o assunto, e se eles vão mudar em algum momento, eu não sei” disse o sérvio que foi criticado por outro grande nome do tênis Rafael Nadal: “Cada um é livre e eu não sou ninguém para exigir nada, mas se você participa do circuito, precisa se orientar pelas normas que há nele. Se nos obrigarem a tomar a vacina, Djokovic terá que se vacinar se quiser continuar a jogar tênis”.

Compartilhar agora
X