COMUNIDADES RIBEIRINHAS AFETADAS: Aumento da vazão de Sobradinho mobiliza prefeituras de Juazeiro e Petrolina

Após o comunicado oficial da Chesf informando sobre o aumento gradativo da defluência (água que sai) do Lago de Sobradinho, que deve chegar a 4 mil m³/s até o próximo dia 24 de janeiro, a prefeita de Juazeiro, Suzana Ramos, anunciou que mobilizou a Defesa Civil e teve hoje uma reunião com titulares das secretarias de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES), de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) e de Administração (SEAD), além da representante da Secretaria de Serviços Públicos (SESP), o assessor especial de gestão, Alan Jones e o vereador Lourival Quirino.

 

A principal preocupação é com a segurança dos moradores do Angari e da Ilha do Rodeadouro, que poderão ser os maiores afetados. Entre as ações preventivas está o deslocamento de famílias para escolas da rede municipal. Durante a reunião foi discutida a aquisição de itens de higiene, limpeza, alimentos e colchões para as famílias desabrigadas, além de outras providências com as comunidades rurais do município.

 

Petrolina – Já o secretário executivo de Defesa Civil de Petrolina, José Welton de Aquino, destacou que a vazão com esse volume não era praticada desde 2009, e destacou que será feito “um acompanhamento dos impactos causados em possíveis ocupações das áreas atingidas. E vamos informar também através de mensagem SMS as alterações de vazão”, frisou.

 

A barragem de Sobradinho tem um limite de operação de segurança de até 8.000 m³/s, assim, estará funcionando com apenas 50% desse limite. A barragem é capaz de trabalhar com uma defluência de até mais de 27.000 m³/s sem oferecer riscos, em caso de eventos extremos a defluência poderá ultrapassar esse limite de segurança como já ocorreu anteriormente.

 

foto: Jonas Santos

Compartilhar agora
X