Boas notícias: Butantan diz ser possível ter vacina para registro em outubro

As notícias têm sido bem positivas nos últimos dias quando o assunto é vacina para a covid-19. Hoje (6), durante uma audiência pública virtual da Câmara dos Deputados que debateu o desenvolvimento da imunização, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, deu mais uma: ele afirmou ser possível ter a vacina pronta para registro em outubro.

 

O Butantan firmou parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac para produção e testes avançados de uma vacina em junho. No momento, ela está sendo testada em cerca de 9.000 voluntários em São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro, sob a coordenação e o acompanhamento do Butantan.

 

Caso seja clinicamente bem-sucedida, o Butantan submeterá a vacina para registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e, caso aprovada pela agência, poderá ser distribuída para o SUS por meio do governo federal. Covas disse que o processo de preparo para a formulação e o envase já se iniciou, bem como todos os processos de controle de qualidade e validação. Se dizendo otimista, Cobas acredita que um prazo razoável [para distribuição] seria janeiro de 2021 dado o desempenho até o presente momento.

 

Há um prazo de 60 dias para a análise do eventual registro após a entrega da documentação necessária por parte do interessado, mas a avaliação da vacina, segundo a Anvisa, será prioridade e deverá acontecer em menos tempo. Dimas Covas afirmou ainda que terá, inicialmente, 30 milhões de doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria com a empresa chinesa Sinovac.

 

Esse é o tipo de notícia que precisamos ultimamente. Vamos aguardar.

Compartilhar agora
X