Bahia poderá adquirir vacina russa a partir de janeiro de 2021

Caso tenha autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Governo da Bahia poderá adquirir as primeiras doses da vacina russa Sputnik V a partir do dia 5 de janeiro de 2021, data marcada para o início da produção em escala industrial no Brasil. A informação foi divulgada pelo secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, nesta quarta feira, após reunião com representantes do laboratório brasileiro que vai produzir o imunizante.

 

Além disso, já foi confirmado que a vacina russa terá a fase 3 da testagem realizada na Bahia, segundo o governador Rui Costa . Os testes serão feitos nos centros de pesquisa do Instituto Couto Maia e das Obras Sociais Irmã Dulce, em Salvador. No entanto, a secretaria de saúde espera que a Anvisa aprove os estudos feitos em outros países, acelerando o processo de distribuição do imunizante.

 

Distribuição das vacinas da covid – De acordo com o secretário estadual da saúde, a Bahia já tem um plano para distribuição das vacinas nos 417 municípios do estado. Ele afirma que a Bahia deve receber as vacinas assim que elas forem aprovadas pela Anvisa. Além disso, o governo anunciou que as vacinas serão distribuídas pelas companhias aéreas e empresas de transporte rodoviário, que se colocaram à disposição para isso, e pelas Forças Armadas. Segundo Fábio Vilas-Boas, a Bahia será um polo de distribuição das vacinas para outros estados.

Compartilhar agora
X