Wesley Safadão e Thyane Dantas são alvo de investigação por conta de vacina contra a covid; entenda

O cantor Wesley Safadão e sua esposa, Thyane Dantas, estão sendo algo de uma polêmica que vai render até investigação pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). A suspeita é de que o cantor teria se vacinado em local diferente do agendado por escolha do imunizante que queria receber. Safadão, 32 anos, estava confirmado na lista da Prefeitura de Fortaleza para ser vacinado nesta quinta-feira (8), no Salão Taíba, do Centro de Eventos do Ceará. Porém, ele recebeu a vacina no North Shopping Jockey.

 

Já sobre a digital influencer Thyane Dantas, 30 anos, a suspeita é que ela furou a fila da vacinação na manhã de ontem na capital. Além de não estar na lista de pessoas agendadas para receber o imunizante, ela está fora da faixa etária determinada pela Secretaria Municipal da Saúde como público-alvo. A assessoria de imprensa de Wesley disse que Thyane tomou a “dose sangria”, sobra de outras aplicações que é dada em quem estiver no local para não ser jogada fora, mas a secretaria disse que que o projeto sobre as doses da xepa não foi aprovado ainda em Fortaleza. O órgão instaurou um processo para averiguar a vacina contra a Covid-19 em Thyane.

 

“O Ministério Público já abriu a investigação. A intenção é averiguar a legitimidade da aplicação, ouvindo as partes envolvidas no caso, como a Prefeitura, os responsáveis pela aplicação. Se for confirmado que houve um beneficiamento, houve uma quebra nos critérios para aplicação da vacina, os responsáveis serão responsabilizados, seja na esfera administrativa ou criminal”, disse o promotor de Justiça, Enéas Romero. A assessoria do cantor foi procurada pelo G1, mas informou que não vai falar sobre o assunto.

Compartilhar agora
X