Voo brasileiro que iria buscar vacina da Covid-19 na Índia é novamente adiado. Saiba mais:

O voo da Azul, que sairia de Recife nesta sexta-feira, 15, para buscar 2 milhões de doses da vacina da Oxford na Índia foi adiado. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou que o avião partirá somente em “dois ou três dias, no máximo”.

 

“Já temos tudo acertado para disponibilizar 2 milhões de doses. Hoje está começando a vacinação na Índia, então resolveu-se atrasar em um ou dois dias até que o povo lá comece a ser vacinado. Daqui a dois, três dias no máximo o nosso avião vai partir e vai trazer esses dois milhões de doses para cá”, disse Bolsonaro.

 

Porém, mesmo com atraso da chegada da vacina da Oxford, nada impede que se comece a vacinação na próxima quarta, dia 20 com as seis milhões de doses da Coronavac que já estão em solo brasileiro e poderão se distribuídas para os municípios do país. Pensando nisso, o Ministério da Saúde pediu ao Butantan entrega imediata das doses:

 

“Solicitamos os bons préstimos para disponibilizar a entrega imediata das 6 milhões de doses importadas e que foram objeto do pedido de autorização de uso emergencial perante a Anvisa”, diz o documento que ainda completou: “Ressaltamos a urgência na imediata entrega do quantitativo contratado e acima mencionado, tendo em vista que este ministério precisa fazer o devido loteamento para iniciar a logística de distribuição para todos os estados da federação de maneira simultânea e equitativa, conforme cronograma previsto no Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a Covid-19”, acrescenta o ministério.

 

Fotos: Tony Winston/MS

Compartilhar agora
X