“Aqui não há condições de faltar”, diz empresário sobre disponibilização de oxigênio em Juazeiro e Petrolina

A situação vivenciada pelo sistema de saúde do Amazonas, que com os hospitais sobrecarregados em virtude do recrudescimento dos casos de infectados pelo novo coronavírus enfrenta um grave problema de falta de oxigênio para pacientes, está sendo motivo de preocupação geral. Diante desse cenário de caos, Aliomar Lino de Souza, empresário do setor de vendas de cilindros de oxigênio em Juazeiro-BA e Petrolina-PE, garantiu que as cidades estão bem abastecidas.

 

“Os dois municípios estão bem assistidos com oxigênio. Aqui não falta, não há condições de faltar, pode dizer a população que fique tranquila e siga as recomendações sanitárias, use máscara e se puder fique em casa. Se Deus quiser a situação não vai se agravar”, disse em entrevista ao site Rede GN.

 

O valor do cilindro  de oxigênio de 10 metros varia de acordo com a necessidade que deve ser adquirida. Atualmente é comercializado entre R$150 a 180 reais.

Fotos: Dhyeizo Lemos

Compartilhar agora
X