VOCÊ VIU? Gil do Vigor é vítima de ataque homofóbico por parte de dirigente do Sport

O conselheiro do Sport Flávio Koury revoltou a torcida do clube nas redes sociais na tarde desta sexta-feira. Com conteúdo homofóbico, o conselheiro criticou a dança de Gil do Vigor , realizada na Ilha do Retiro, no dia em que o ex-BBB foi homenageado pelo clube.

 

“Tem 1,2 milhão de pessoas achando que o Sport só tem viado, só tem bicha. Vai vender é camisa. A viadagem todinha vai comprar. Vai ser lindo!
– Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, ou onde ele quisesse, eu não estava nem aí. Mas foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz. Isso é uma desmoralização. Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que a gente está vivendo. Esses tempos novos, é isso. Não tem mais respeito. Filho não respeita pai, pai não respeita filho, não respeita irmão. Não tem amigo. É a depravação” disse ele em áudio vazado nas redes sociais.

 

Sport diz que tomará providência contra ataques homofóbicos a Gil do Vigor: “Um clube plural”. Chateado com a repercussão, o ex-BBB se posicionou através das redes sociais: “Primeiro ataque homofóbico que me deparo após o BBB e posso garantir, ainda machuca MUITO! Mas sigo firme e providências serão tomadas. Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo…… É muita dor!”.

 

Após o acontecido, diversas personalidades, entre eles jogadores do próprio clube, como o capitão Patrik, , se posicionaram contra as falas do dirigente.

Compartilhar agora
X