VITÓRIA DA CATEGORIA: Senado aprova piso salarial nacional de R$ 4,7 mil para enfermeiros

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (24), na forma de um substitutivo, o projeto que institui o piso salarial nacional do enfermeiro, do técnico e do auxiliar de enfermagem e também da parteira (PL 2.564/2020). A proposta é de autoria do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) e recebeu voto favorável da relatora, senadora Zenaide Maia (Pros-RN). Agora o texto será analisado pela Câmara dos Deputados.

 

O projeto inclui o piso salarial na Lei 7.498, de 1986, que regulamenta o exercício da enfermagem, estabelecendo um mínimo inicial para enfermeiros no valor de R$ 4.750, a ser pago nacionalmente por serviços de saúde públicos e privados, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais. Em relação à remuneração mínima dos demais profissionais, o projeto fixa a seguinte gradação: 70% do piso nacional dos enfermeiros para os técnicos de enfermagem e 50% do piso nacional dos enfermeiros para os auxiliares de enfermagem e as parteiras.

 

“O sindsemp acompanhou essa votação histórica e estamos muitos felizes com a aprovação aguardando agora a posição dos deputados na Câmara”, frisou a diretora sindical do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp), Luciedna Batista. “É com muita satisfação que a gente traz para todos os profissionais de enfermagem de Petrolina, essa vitória hoje com os senadores aprovando o piso salarial para enfermeiros, técnico, auxiliares de enfermagem e parteiras. Toda nossa mobilização não foi em vão, hora de agradecer a toda a categoria,” destacou a delegada da saúde do sindicato, Ruth Viviane Novaes.

foto: Bruno Cecim/Agência Pará

Compartilhar agora
X