Vítimas de golpe do PIX perdem mais de R$ 5 mil em Juazeiro; Procon da cidade lança cartilha para ajudar população

 

Em Juazeiro (BA) tem aumentado os registros de golpes via PIX, cuja modalidade de crime se tornou comum desde a criação do serviço. Os suspeitos se passam por amigos e familiares e, através de e-mails e mensagens, solicitam pagamentos via PIX.

 

Em Juazeiro, algumas vítimas afirmam ter perdido mais de R$ 5 mil.

 

“Só caiu a ficha quando ele perguntou quanto eu tinha na conta e me disse que a internet estava ruim”, disse Simone Medrado, vítima do golpe.

 

Por conta disso, o Procon de Juazeiro (BA), em parceria com a prefeitura e procuradoria do município, criou uma cartilha com dicas para ajudar os consumidores a evitar esse tipo de ação dos bandidos.

 

“Com o PIX, o número de golpes aumentou enormemente. Essa cartilha reforça de forma precisa para que os consumidores não caiam em golpes”, afirmou Carlos Macêdo, Coordenador Procon Juazeiro.

 

Além de medidas municipais, a pena para estelionatos virtuais recebeu uma nova legislação há pouco tempo e teve seu tempo de pena aumentada. De acordo com o delegado da Polícia Civil, Reginaldo César, ‘o número de pena para esses casos de estelionato por meio eletrônico foi aumentado para pena de 4 a 8 anos’.

 

A principal recomendação é cautela na hora de transferir e se certificar que é realmente um familiar ou amigo que está pedindo o dinheiro.

 

 

Foto: Reprodução/RPC

Compartilhar agora