Vacinação em SP começa em janeiro; qualquer brasileiro que estiver no estado poderá ser vacinado

9 milhões de pessoas serão vacinadas na primeira fase do plano de vacinação com a CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, que começa no dia 25 de janeiro de 2021, conforme anunciou o governo de São Paulo hoje (7). O primeiro grupo a receber a vacina contra o coronavírus engloba profissionais de saúde, indígenas e quilombolas de todo o estado, bem como idosos com 60 anos ou mais. Essa primeira fase será dividida em cinco etapas.

 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que todo brasileiro que estiver em solo paulistano receberá gratuitamente a vacina contra a Covid-19. “Não precisará comprovar residência em São Paulo. Vacinaremos todos que solicitarem ser vacinados”, disse. Ele acrescentou que se for preciso, comprará mais doses da CoronaVac.

 

Para que a vacina comece a ser distribuída é necessário que o Instituto Butantan envie um relatório à Agência e que o órgão aprove o uso do imunizante. De acordo com o Butantan, a previsão é a de que as informações sejam enviadas até o fim desta semana e que a Anvisa decida se a CoronaVac cumpre, ou não, todos os requisitos para aplicação até a primeira semana de janeiro.

foto: FÁBIO VIEIRA/ESPECIAL METRÓPOLES

Compartilhar agora
X