Terceira dose da vacina reduz riscos da Covid-19, diz estudo

Uma terceira dose da vacina da Pfizer melhorou significativamente a proteção a infecções e a casos graves de covid-19 entre pessoas com 60 anos ou mais em Israel, em comparação com aqueles que receberam duas doses, mostraram resultados de estudo publicado pelo Ministério da Saúde neste domingo. Os dados foram apresentados em uma reunião de um painel ministerial de especialistas em vacinação na quinta-feira e apareceram no site do ministério neste domingo, embora os detalhes completos do estudo não tenham sido divulgados.

 

As descobertas foram parecidas com estatísticas relatadas na semana passada pelo grupo israelense de saúde Maccabi, uma das várias organizações administrando doses de reforço para tentar conter a variante Delta do coronavírus. Detalhando estatísticas do Instituto Gertner de Israel eKI Institute, funcionários do ministério disseram que entre pessoas com 60 anos e mais a proteção contra a infecção fornecida a partir de dez dias após uma terceira dose foi quatro vezes maior do que após duas doses.

Compartilhar agora
X