reprodução

Sete vidas? Sobrevivente da queda de avião da Chape, escapa de acidente de ônibus que matou 21 pessoas

Quatro anos depois do acidente fatal do voo da Chapecoense de 2016, que matou 71 pessoas, o ex-técnico da aeronave, Erwin Tumiri, escapou mais uma vez da morte. 

 

O acidente aconteceu nesta terça-feira (2), durante a madrugada, em uma estrada entre os departamentos de Cochabamba e Santa Cruz, quando o ônibus caiu em um precipício de 150 metros de profundidade. Segundo a imprensa local, ao menos 21 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas, entre elas Erwin Tumiri. A polícia investiga as causas do acidente, o mais grave de 2021, e não descarta que aumente o número de mortos. 

 

Em entrevista a um jornal boliviano, a irmã de Tumiri afirmou que ele está vivo por milagre divino. “Ele está estável, graças a Deus, mais uma vez ele foi salvo. Ele teve ferimentos leves. Fiquei muito preocupada, sinto-me feliz pelo meu irmão. Ele está com feridas no joelho e arranhões nas costas, está com um corte no joelho”, afirmou.

Compartilhar agora
X