“SEM PACIENTES”: Petrolina encerra atividades do Hospital de Campanha na cidade

Implantado com o objetivo de atender às demandas de pacientes com casos leves da COVID-19, a Prefeitura de Petrolina montou e manteve até a última quarta-feira (22), o Hospital de Campanha do município. As instalações foram montadas com 100 leitos intermediários para tratamento, em casos leves, de pacientes da cidade com a doença. Segundo a Sesau, ao longo dos últimos 19 meses de funcionamento, o hospital nunca atingiu sua capacidade máxima de internações.

 

“O município, desde o início do ano, tem intensificado as ações com o objetivo de imunizar a população. Assim, foi registrada a redução no número de casos graves, como também o de casos leves. Nos últimos meses, com relação a internações, o Hospital de Campanha chegou a uma média de apenas dois pacientes por mês. A unidade chegou a atender e a manter pessoas que moravam em outras cidades de Pernambuco”, disse a Sesau.

 

“A Prefeitura de Petrolina encerra as atividades do Hospital de Campanha com a certeza de dever cumprido. Agradecemos a dedicação dos heróis da saúde, que se doaram em prol de um atendimento de excelência e muito humano”, disse a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

Compartilhar agora
X