“Saiu hoje?” Ministro da saúde é surpreendido por inclusão de novos serviços essenciais

Foto: Júlio Nascimento/PR

O ministro da Saúde, Nelson Teich, foi surpreendido durante entrevista coletiva na segunda-feira (11) ao saber por um jornalista que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) incluiu academias de ginástica, salões de beleza e barbearias na lista de serviços essenciais que podem funcionar durante a pandemia.

 

“Saiu hoje?”, quis saber Teich, ao ser questionado pelo repórter se essa era uma medida que tinha concordância do Ministério da Saúde. A entrevista acontecia quando o decreto foi publicado no Diário Oficial da União.

 

O ministro aparentou certo desconforto e falou depois que certos pré-requisitos deveriam ser atendidos para não expor as pessoas a riscos. “Você pode trabalhar o retorno de algumas coisas. Agora, tratar isso como essencial é um passo inicial”, disse. “Saiu hoje?”, perguntou então, interrompendo o que dizia.  “Não é atribuição nossa, isso aí é uma decisão do presidente”.

 

Bolsonaro justificou as inclusões afirmando que “saúde é vida” e que cuidar do cabelo é questão de higiene, entre outros comentários: “Academia é vida. As pessoas vão aumentando o colesterol, têm problemas de estresse. [Com as academias] vão ter uma vida mais saudável”, disse. “A questão do cabeleireiro também. Fazer cabelo e unhas é questão de higiene.”

 

A lista de atividades definidas como essenciais agora tem 57 setores.

Compartilhar agora
X