Rui anuncia ‘máximo rigor’ da polícia para impedir festas de fim de ano

O governador da Bahia fez um pronunciamento oficial publicado na manhã de hoje (22) em que afirma que determinou que as forças policiais do estado atuem com “máximo rigor” para impedir a realização de festas na capital e no interior, após publicação de decreto proibindo a realização de qualquer evento entre dezembro e janeiro, independente da quantidade de pessoas presentes. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) está monitorando as redes sociais de estabelecimentos. O governador ainda afirmou que solicitou atuação da polícia para garantir o cumprimento do decreto.

 

“Já determinei às nossas forças policiais o máximo de rigor para impedir a realização de festas, na capital e no interior. Quero pedir o seu apoio: use máscara. Tenho fé que 2021 será o ano da vacina e da vitória. Que a polícia atue preventivamente, faça a notificação desse ente comercial avisando que não será permitido, e que a polícia fará o bloqueio de entrada desses estabelecimentos. Nós não permitiremos festa em nenhuma quantidade de público”, enfatizou.

 

Rui Costa disse que apesar dos esforços da Bahia, que possui alto investimento e a segunda menor taxa de mortalidade por conta da pandemia da covid-19 em todo o país, a situação é preocupante, e que a determinação é frear a segunda onda da pandemia no estado baiano. De acordo com o último boletim do coronavírus divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), a Bahia já registrou mais de 471 mil casos de covid-19, que resultaram em 8.835 óbitos.

Compartilhar agora
X