Rede UniFTC instala memorial em homenagem aos soldados que lutaram durante a II Guerra Mundial

A vitória da Força Expedicionária Brasileira (FEB), durante a II Guerra Mundial, com a tomada de Monte Castello na Itália, completou 76 anos, no último dia 21 de fevereiro. Este ato pela democracia realizado pelos soldados veteranos do Exército Brasileiro (pracinhas) ao lado dos americanos e outras forças aliadas, representou uma vitória estratégica contra o nazismo e fascismo. O Brasil venceu a guerra ao lado da Inglaterra, França e Estados Unidos, em 8 de maio de 1945. No total, 478 pracinhas morreram em combate e foram sepultados no cemitério de Pistóia, na Itália.

 

Pela importância histórica do acontecimento no mundo, a Rede UniFTC implantou na praça Presidente Kennedy, em Petrolina, um memorial contendo totens que relembram as batalhas e as vitórias da FEB, os pracinhas e reverenciam os pernambucanos que tombaram na guerra: Hermínio Antônio da Silva, Honório Corrêa de Oliveira Filho, José de Souza, Epitácio de Souza Lucena, Eutrópio Wilhelm de Freitas, Gonçalo de Paiva Gomes, José Graciliano Carneiro da Silva, Otávio Sinésio de Aragão, Walmir Ernesto Holder, Joaquim Xavier de Lira e José Gomes de Barros.

 

A praça foi adotada em março de 2019 pela Rede UniFTC, através do Programa de Parceria Público-Privada, intitulado “Nossa Praça” e já recebeu diversos investimentos, como novo sistema de irrigação para manutenção do gramado em todos os canteiros e plantas ornamentais; iluminação em LED, os pisos foram substituídos por pedras portuguesas, seis mastros foram implantados para hasteamento das bandeiras da Bahia, Piauí, Pernambuco, Ceará, Alagoas e Rio Grande do Norte e mais 3 para as bandeiras do Brasil, Pernambuco e Petrolina.

 

O programa de requalificação, ocorrido em 2019, foi conduzido pelo arquiteto Cosme Cavalcanti. “A praça tornou-se um memorial da história. O local ganhou a primeira sinalização interpretativa do Nordeste. Expresso minha gratidão a Rede UniFTC que vem cuidando com presteza do espaço e conservando atos heroicos que fazem parte da história do Exército Brasileiro”, afirmou o paisagista.

 

O diretor Andrei Mello destacou a importância de investir recursos em espaços públicos que vão beneficiar a educação da comunidade, além de perpetuar a história nacional e mundial. “Uma batalha intensa que causou a morte de mais de 400 soldados, por isso, deve sim ser lembrada todos os anos. Os soldados brasileiros foram fortes e libertaram cidades, levando esperança a milhões de pessoas”, comentou.

 

História da Praça Kennedy

 

Inaugurada em 1963, na administração do prefeito Luiz Augusto Fernandes, o nome foi em homenagem ao ex-presidente Kennedy, assassinado na cidade de Dallas, em Texas, naquele ano, alvo de uma das maiores teorias da conspiração dos Estados Unidos. Após muito tempo abandonada, em 2012 recebeu um monumento de concreto do artista Ledo Ivo, em homenagem aos ‘Pracinhas’. O programa Nossa Praça foi implementado na gestão do prefeito Miguel Coelho, na qual buscou a parceria com a Rede UniFTC para realizar a requalificação da Praça Kennedy.

Compartilhar agora
X