Rede estadual na Bahia inicia aulas no modelo semipresencial em julho. Faculdades, universidades e rede privada também, confira:

A Bahia poderá iniciar a partir do dia 26 de julho as atividades escolares no modelo híbrido em todos os 417 municípios. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa (PT) na noite desta terça-feira (13). A decisão ocorre em função da redução nos índices da Covid-19 no estado.

 

Como anunciado anteriormente, para garantir o distanciamento e conter a possibilidade de aglomerações, as turmas funcionarão presencialmente com 50% da capacidade e as atividades atenderão a um rodízio que concilia aulas presenciais e remotas. Uma parte dos estudantes frequentará as segundas, quartas e sextas, enquanto a outra as terças, quintas e sábados. Detalhes sobre a divisão dos grupos serão anunciados pela Secretaria de Educação do Estado ao longo da semana. As escolas também terão possibilidade de fazer ajustes a depender das rotinas individuais.

 

Os estudantes darão continuidade a primeira fase do ano letivo 2020/2021. As atividades escolares presenciais na Bahia foram suspensas em março de 2020. Na rede estadual, os estudantes ficaram sem aulas até 15 de março de 2021, quando foi iniciado o modelo 100% remoto. Durante o programa, o governador enfatizou que também tem orientado os municípios a adotarem as atividades semipresenciais, no entanto, a decisão dependerá de cada gestão.

 

Universidades, faculdades e unidades de ensino da rede particular nos 417 municípios baianos também poderão iniciar atividades semipresenciais a partir de 26 de julho.

Compartilhar agora
X