Primeiras vacinas contra varíola dos macacos chegam ao Brasil

 

 

O Ministério da Saúde comprou 50 mil doses da vacina contra a varíola dos macacos, também conhecida como Monkeypox. As primeiras 9,8 mil doses chegaram ao Brasil na última terça-feira (4), e os próximos lotes estão previstos para serem entregues até o final de 2022.

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) os imunizantes são seguros e atuam na prevenção da varíola humana. Mas, serão utilizados para estudos sobre a efetividade, imunogenicidade e segurança da vacina contra a varíola dos macacos, sob coordenação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e apoio da OMS.

 

Após o registro da quinta morte no país, a avaliação acontece com a vacina Jynneos/MVA-BN®️ para analisar se ela reduz a incidência e a progressão à doença grave.

O público-alvo é de pessoas que tiveram contato prolongado com caso confirmado de varíola dos macacos e em pré-exposição ou em tratamento antirretroviral para HIV. Profissionais da saúde não estão inclusos, uma vez que os dados epidemiológicos desse grupo no Brasil e no mundo ainda não estiveram expostos à doença.

Compartilhar agora