PREPARA O BOLSO! Com carros mais caros, IPVA de 2022 deve subir até 30%

Janeiro é a época em que as despesas batem à porta. Com tantas contas chegando (entre tantos aumentos), é importante fazer um planejamento financeiro para que a grana não fique curta. Esse planejamento será ainda mais necessário em 2022 para os donos de veículos. É que uma das despesas que deve ficar mais salgada é o Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA). Embora a alíquota do tributo seja a mesma do ano passado, o preço dos carros usados disparou até 50% desde o início da pandemia, conforme destacou o site Exame Invest.

 

A EXAME Invest levantou o preço dos 10 carros mais vendidos no país e fez uma estimativa para o valor do IPVA, tributo anual, cobrado sempre em janeiro, do ano que vem. A diferença entre o imposto a ser pago em janeiro de 2022 e o imposto que foi pago em janeiro de 2021 passa dos 30%. Os donos do Chevrolet Onix, por exemplo, deverão arcar com um IPVA 31% mais caro no próximo ano.

 

O que fazer? – A maioria dos estados oferece opções de parcelamento e desconto (mesmo que pequeno) para quem opta por pagar à vista. Seja qual for a opção de pagamento, é importante se planejar para essa e outras tantas despesas de início de ano. Aqui vale a velha dica de usar o 13º salário ou as férias. Mas se mesmo assim a grana ficar curta, é recomendável parcelar o débito do IPVA para reduzir o impacto da despesa maior. É melhor parcelar a conta ao longo do primeiro trimestre de 2022 do que começar o ano com a corda no pescoço e endividado.

 

*com informações do Exame Invest

foto: Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas

Compartilhar agora
X