PIONEIRO: Reino Unido autoriza pílula oral contra a Covid-19

O medicamento molnupiravir, produzido pelas farmacêuticas MSD (Merck Sharp &Dohme) e Ridgeback Biotherapeutics, teve a primeira autorização mundial para ser utilizado contra a Covid-19. É que a Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido autorizou o uso da pílula para o tratamento de casos leves a moderados em adultos com teste diagnóstico de SARS-CoV-2 positivo e que apresentam pelo menos um fator de risco para o desenvolvimento de doença grave.

 

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido autorizou o molnupiravir para o tratamento da Covid leve a moderada em adultos com teste diagnóstico de SARS-CoV-2 positivo e que apresentam pelo menos um fator de risco para o desenvolvimento de doença grave.

 

Vale lembrar que os pedidos permanecem sob revisão por outras autoridades regulatórias, incluindo a Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA). O Brasil se juntou a mais de 100 países para estudar a eficácia do remédio contra o coronavírus. A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) faz parte do estudo.

Compartilhar agora
X