Petrolina tem maior registro de casos de covid desde junho; Grupo da Univasf destaca tendência de crescimento

Petrolina registrou 143 novos casos de Covid-19 nesta segunda-feira (25), segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde na manhã desta terça-feira (26). Esse é o maior índice de pessoas contaminadas com o vírus desde o dia 14 de junho, quando foram confirmados 165 novos registros. Dos novos pacientes, 58 pessoas são do sexo masculino, com idades de cinco a 73 anos, e 85 pessoas do sexo feminino, com idades de cinco meses a 73 anos. A taxa de ocupação continua em 71,4%, com 5 dos 7 leitos de UTI ocupados.

 

O aumento de casos já vem sendo notado há alguns dias seguidos. O último boletim do GMC-VASF, Grupo de pesquisa da Univasf que usa modelos epidemiológicos para analisar a evolução da pandemia de Covid em Petrolina-PE e Juazeiro-BA, destaca que o número de reprodução Rt, que indica em média quantas pessoas podem ser infectadas por uma única pessoa com a doença na data t [1,3], vem variando ao longo da semana entre 0,6 e 2,4, indicando que a taxa de transmissão do novo coronavírus nas duas cidades aumentou em relação a semana passada.

 

Segundo o último boletim, divulgado na última sexta, a média móvel de casos, comparada com os 14 dias anteriores,
aumentou 75,1%. “O grupo deseja que o processo de vacinação da população siga avançando. Por isso, segue recomendando a adoção de medidas protetivas (uso de máscaras) e prática do distanciamento social sempre que possível”, diz o documento.

Compartilhar agora
X