OMS prevê fim da ‘pandemia’ de covid-19 em 2022, mas pede cautela para fim de ano

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que 2022 deverá ser o ano “em que acabaremos com a pandemia”. Tedros Adhanom Ghebreyesus fez a previsão durante entrevista coletiva em Genebra, e também defendeu a redução da desigualdade no acesso às vacinas.

 

“No próximo ano, a OMS está empenhada em fazer todo o possível para acabar com a pandemia”, acrescentou. “Se quisermos acabar com ela, devemos acabar com a desigualdade (no acesso às vacinas), garantindo que 70% da população de todos os países esteja vacinada até meados do ano que vem”, disse Tedros.

 

O chefe da OMS também alertou para o risco das reuniões familiares nas festas de fim de ano, já que muitos países enfrentam nova onda de Covid-19 com o surgimento e rápido avanço da ômicron, nova variante do coronavírus. “Um evento cancelado é melhor do que uma vida cancelada”, afirmou Ghebreyesus. “Agora há evidências consistentes que a ômicron está se espalhando significativamente mais rápido do que a variante delta. E é mais provável que as pessoas vacinadas ou recuperadas da Covid-19 possam ser infectadas ou reinfectadas”, concluiu.

Compartilhar agora
X