Nova Zelândia vai banir venda de cigarro para novas gerações; entenda

A Nova Zelândia anunciou hoje (9) uma medida que pode ser considerada uma das mais severas contra a indústria do tabaco: o país vai decidiu proibir que as novas gerações possam comprar cigarros durante toda a vida, argumentando que outras medidas para acabar com o hábito de fumar e suas consequências para o sistema de saúde estavam demorando demais.

 

Segundo a nova lei, que o governo quer ver implementada no final de 2022, quem tiver até 14 anos de idade nunca poderá comprar cigarros na nação insular cuja população é de cinco milhões de habitantes. Ou seja, a medida proíbe efetivamente a compra de cigarros para quem nasceu depois de 2008. O projeto de lei prevê ainda o aumento gradual da idade mínima para comprar cigarros, que hoje é de 18 anos, a cada ano.

 

Teoricamente, isso quer dizer que, 65 anos depois da entrada em vigor das novas regras, consumidores ainda poderão comprar cigarros na Nova Zelândia – mas só se comprovarem que têm mais de 80 anos de idade. Na prática, autoridades do país insular esperam que o hábito de fumar seja abandonado décadas antes desse prazo. O objetivo, na verdade, é reduzir a menos de 5% o número de neozelandeses fumantes até 2025. O governo não deu detalhes sobre como as novas regras serão controladas, nem se e como serão aplicadas a turistas que visitam o país.

 

*com informações da DW

foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Compartilhar agora
X