Noites de sono mais longas podem ajudar na perda de calorias e controle da obesidade

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Medicina de Chicago e a Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos, que reuniu 80 adultos com sobrepeso que dormiam menos de 6h30 por noite, seus períodos de maior perda de peso ocorriam justamente quando eles dormiam mais – apresentando diminuição média de 270 calorias consumidas.

 

Para Fernando Gomes, neurocirurgião, dormir bem é um “ingrediente a mais” na batalha para perder peso, aliado a uma reeducação alimentar e a prática de exercícios físicos. O neurocirurgião destacou a forma de realização do estudo, no qual os pacientes passaram a dormir oito horas por noite durante duas semanas e, consequentemente, tiveram uma redução de 270 a 500 calorias diárias, disse em entrevista à CNN.

 

“Você pode imaginar que com duas horas a mais na cama, a pessoa tem menos tempo para comer. Mas não é tão simples assim. Muitos hormônios são regulados quando estamos dormindo, inclusive o controle bioquímico do corpo”, explicou. Gomes também destacou outros benefícios físicos do sono, como a redução da pressão arterial, regulação do nível de glicose e liberação de diferentes hormônios.

 

Apesar de ser constantemente relacionado à questão estética, a perda de peso é importante, principalmente, para a saúde do corpo humano. Desta forma, uma melhor noite de sono atua como um complemento aos itens já conhecidos que auxiliam no controle da massa corpórea. Ainda segundo Gomes, para melhor entender o funcionamento do próprio corpo e o ritmo da queima calórica em cada pessoa, os endocrinologistas são os especialistas indicados para o assunto.

Compartilhar agora
X