MUDANÇA: Pazuello pede pra sair e Bolsonaro se reunirá com possível nova ministra da Saúde, entenda:

Aliados do presidente Bolsonaro defenderam nos últimos dias ao presidente e a integrantes do Palácio do Planalto que seja feito um “rearranjo” de ministérios — começando pela troca urgente do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para que o governo consiga se preparar politicamente à oposição do ex-presidente Lula, que voltou ao tabuleiro eleitoral na semana passada. Há informações, inclusive, que Pazzuelo já entregou o cargo, alegando problemas de saúde.

 

Hoje, todos esses cargos estão ocupados por nomes escolhidos pelo presidente sem participação de partidos – e pertencem ou à chamada ala ideológica ou ao grupo de militares do governo.

 

Parlamentares ouvidos pela jornalista Andréia Sadi avaliam junto ao Palácio do Planalto que, por conta do agravamento e da cobrança por solução na pandemia, o primeiro a ser trocado precisa ser Pazuello, e sugerem o nome da médica Ludhmila Abrahão Hajjar. Ela, inclusive, tratou de Pazuello quando ficou acometido pela Covid-19.

 

Ludmilla é cardiologista, intensivista e é defensora da vacina. Ela já está em Brasília para a conversa com o presidente, segundo jornal O Globo. Há outros nomes também sendo cogitados, como o de Marcelo Queiroga.

Compartilhar agora
X