MEC divulga a nota de qualidade das Instituições de Ensino Superior

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, nesta sexta-feira, 23 de abril, o principal indicador de qualidade do ensino superior, o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) 2019, sendo este o indicador que avalia efetivamente a qualidade do aprendizado dos alunos.

 

Como indicador de qualidade, o IGC integra o conjunto de procedimentos e instrumentos diversificados que avalia as instituições de ensino. O índice tem relação direta com o ciclo avaliativo do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), que mensura, entre outros aspectos, o quanto um aluno aprendeu durante o seu curso superior. De 2017 a 2019, o exame avaliou cursos de cem áreas do conhecimento. No cálculo do IGC 2019, além do CPC, também foram consideradas informações dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).

 

Ao todo, os resultados foram calculados para 2.070 instituições (públicas e privadas), considerando os 24.145 cursos avaliados entre 2017 e 2019.

 

Notas 4 e 5 são consideradas de excelência, conquistadas por 23,86% das instituições brasileiras. A concentração na faixa 3, que é o mínimo que o MEC exige, abarcou mais da metade das instituições avaliadas (63,77%).

 

A Unicesumar conquistou nota 4 pelo décimo ano consecutivo, sendo a única Universidade brasileira, das que oferecem também EAD, a manter-se nesse nível de excelência por tanto tempo. “Conseguimos manter o mesmo nível de qualidade do ensino presencial, na EAD, e o desafio é manter-se sempre com padrão altíssimo. E nós estamos conseguindo, com mais de 300 mil alunos” – comenta Mary Ann Saraiva – Diretora da Unicesumar dos 5 polos do BioS Educação: Petrolina, Petrolina Cursos Híbridos, Juazeiro, Ouricuri e Afrânio.

 

A diretora do BioS Unicesumar, Hermiete Saraiva, destaca a importância desse resultado: “Aqui em nossa região, por exemplo, a UNIVASF – uma universidade de excelência – tem IGC 4,0, o mesmo que a Unicesumar mantém há uma década. Já a UPE e a UNEB, tem IGC 3,0. O BioS trabalhará sempre com padrão de qualidade máxima, quer na preparação dos jovens para o Ensino Superior ou nos mais 60 cursos de graduação EAD e Híbridos que temos.”

Compartilhar agora
X