Maya Angelou se torna a primeira mulher negra a ganhar estampa em moeda de dólar nos EUA

A escritora, poetisa e ativista racial, Maya Angelou, se tornou a primeira mulher negra a estampar moedas de dólar nos Estados Unidos. Sua imagem aparece no verso da nova geração das “quarters”, as moedas de 25 centavos de dólar, sendo as moedas mais utilizadas do país.

 

A moeda de Maya será a primeira da série denominada como “Promient American Women”, que irá homenagear algumas personalidades, como Sally Ride, astronauta e física; Wilma Mankiller, primeira nativa americana líder da Nação Cherokee; Nina Otero-Warren, ativista latina e política; e a atriz Anna May Wong.

 

Maya Angelou ganhou muita repercussão após fazer uma própria biografia “Eu Sei Por Que o Pássaro Canta na Gaiola”, que traz à tona relatos sobre racismo no sul dos EUA e, além disso, casos como estupros. Ela faleceu na manhã de 28 de maio de 2014, aos 86 anos, encontrada morta por sua enfermeira.

Compartilhar agora
X