Jogador do Fluminense pede reflexão sobre falas preconceituosas: “Se fere uma comunidade, deixa de ser opinião”

Volante do Fluminense, o jogador Nonato se posicionou nas redes sociais contra os acontecimentos mais recentes na mídia sobre a homofobia. O atleta se mostrou a favor da luta contra o preconceito, e inclusive fez um paralelo com o racismo, que até anos atrás era tratado erroneamente como “normal” no mundo.

 

Segundo o ex-jogador colorado, “a partir do momento que o que sai da sua boca (ou mais comumente nas suas redes sociais) fere toda uma comunidade, ela já deixa de ser uma opinião”. “A partir do momento que o que sai da sua boca (ou mais comumente nas suas redes sociais) fere toda uma comunidade, ela já DEIXA DE SER UMA OPINIÃO. (…) Toda luta gera um desconforto devido à essa quebra de paradigmas. É natural que muita gente se incomode, afinal, o novo e o diferente causam certo estranhamento no começo, mas eu tenho convicção de qual é o lado certo disso tudo e que o tempo vai provar”, disse num trecho.

 

Nos últimos anos, o Fluminense tem feito cada vez mais campanhas de engajamento em causas sociais, como na prevenção ao suicídio ao longo de setembro, além do racismo e também no Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, em junho. Na estreia da da nova camisa branca, o clube coloriu os números dos atletas e a faixa de capitão com o arco-íris, assim como o patch com #TimeDeTodos no peito.

Compartilhar agora
X