Índia libera exportação de vacina contra covid-19 para o Brasil, diz agência

O governo da Índia liberou as exportações comerciais de vacinas contra a covid-19, disse o secretário de Relações Exteriores da Índia, Harsh Vardhan Shringla, em entrevista à agência Reuters. As primeiras remessas serão enviadas ao Brasil e ao Marrocos amanhã (22), e segundo o Consulado em São Paulo, o avião deve desembarcar no aeroporto de Guarulhos ainda no sábado (23). De lá, o carregamento será enviado para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, para ser etiquetado e armazenado.

 

Em 14 de janeiro, o governo chegou a adesivar o avião da companhia Azul que buscaria as vacinas na Índia, porém, na referida datra, o Ministério da Saúde afirmou que a partida da aeronave “foi reprogramada em algumas horas por questões logísticas internacionais”. Também no dia 14, o site Hindustan Times publicou uma notícia informando que, segundo fontes do governo indiano, não havia previsão de quando a Índia autorizaria o fornecimento dos imunizantes a outros países até aquele momento, incluindo o Brasil.

 

O laboratório indiano Instituto Serum é responsável pela produção de 2 milhões de doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade Oxford que foram compradas pelo Ministério da Saúde.

Compartilhar agora
X