Gestão de Suzana diz que Juazeiro tem mais de 2 mil casos de Covid-19 notificados em duplicidade; gestão de Paulo Bomfim rebate

O setor de Vigilância em Saúde de Juazeiro, na gestão Suzana Ramos (PSDB), analisou os dados especificamente do dia 31 de dezembro passado, que contabilizam os testes realizados no dia anterior. Entretanto, depois de receber a notificação de 2.188 novos casos de Covid-19 somente no dia 29, a equipe técnica decidiu analisar os dados e constatou que os números não batiam com as autorizações de testagem, disse a assessoria da atual prefeita. “Nós tivemos a boa-fé de acreditar nos dados que nos foram passados pela gestão anterior, mas, com o número de casos tão alto num único dia, decidimos investigar”, explicou o secretário de Saúde, Fernando Costa.

 

Os dados são colocados em um sistema informatizado e compartilhados pela equipe técnica da Vigilância em Saúde. Esse compartilhamento denunciou o número alto de testagem e a possibilidade de duplicação dos dados, já que os boletins de acompanhamento da Covid-19 são elaborados diariamente pela Secretaria de Saúde, diz a assessoria.

 

“Os mais de 2 mil testes feitos em outros períodos e que já faziam parte das estatísticas, foram novamente inseridos no sistema. Os números chegaram a 9.882 casos no dia 31 de dezembro por causa do erro. Foi através do sistema de notificação do Ministério da Saúde que esclarecemos a duplicação nos números”, esclareceu a Superintendente de Vigilância em Saúde, Carolina de Moraes Morgado. Todos os dados foram revisados e comunicados ao Ministério Público, que acompanha a ocupação dos leitos nos hospitais de Juazeiro, disse a assessoria de Suzana.

 

Em resposta, a assessoria de Bomfim disse que na última quinta-feira (31) houve a atualização dos dados COVID 19 e, com isso, os números divulgados no Boletim do dia tiveram um acréscimo de mais de 7 mil exames realizados. Segundo a nota, foram decorrentes das descentralizações dos testes rápidos realizados através das Unidades Básicas de Saúde e somente na última quinta-feira (31) todos os números foram totalmente contabilizados, sendo assim inseridos no sistema. Portanto, os exames realizados ultrapassaram os 30 mil testes e como resultados dos mesmos, mais de 2 mil foram positivos e os demais negativos, no entanto, esses dados de casos confirmados já estavam lançados no sistema, diz a assessoria.

 

“Não há e nunca houve por parte da gestão que finalizou no último dia 31 manipulação ou apresentação errada de dados sobre a pandemia no município. Todo o trabalho técnico desenvolvido pelos profissionais durante os 9 meses de árduo trabalho no combate à COVID 19 foi divulgado diariamente através do Boletim, por meio de coletivas de imprensa e ainda nas participações dos técnicos da saúde em programas de rádio e televisão”, diz um trecho da nota.

 

“A anterior gestão da saúde do município exerceu um trabalho dedicado e transparente em todo o momento e, em especial, durante o período da crise sanitária mundial. À nova gestão faltou a presença dos técnicos durante o período de transição, já que os mesmos só estiveram tomando conhecimento das informações e funcionamento da secretaria apenas por dois dias, período insuficiente para se ater a todo processo, principalmente num período de pandemia”, finaliza o texto da assessoria de Paulo Bomfim.

Compartilhar agora
X