Ex-estrategista-chefe de Trump, é preso sob acusação de fraude

Steve Bannon, ex-estrategista-chefe da Casa Branca da gestão de Donald Trump, foi indiciado e preso nesta quinta-feira (20) sob a acusação de desviar dinheiro de uma campanha de apoio à construção de um muro entre os Estados Unidos e o México –uma das promessas da campanha de Trump em 2016. Três supostos cúmplices também foram presos. Eles teriam usado fundos de campanha de forma inconsistente com aquele que havia sido propagandeado.

 

Segundo o Departamento de Justiça, ao menos US$ 1 milhão (R$ 5,64 milhões, na cotação atual) teria ido para o próprio Bannon, que usou o dinheiro em outras de suas organizações ou para ele mesmo. Ao menos uma parte desse montante “foi usado por Bannon para cobrir centenas de milhares de dólares em despesas pessoais dele”, disseram os promotores.

 

Bannon é tido como um dos responsáveis pela vitória de Trump nas eleições de 2016. Ele virou estrategista-chefe da Casa Branca quando o atual presidente assumiu, em 2017, mas não ficou muito tempo no cargo: ele foi demitido em agosto daquele ano. (G1)

Compartilhar agora
X