Check Notícias – “Eu não autorizo”: corrente sobre ‘nova regra do WhatsApp’ é falsa

“Se você publicar uma mensagem com o título ‘Eu não autorizo’, o WhatsApp não vai poder utilizar suas fotos em nova regra que começa amanhã”: essa foi uma das mensagens que circularam bastante nas redes nos últimos dias após o WhatsApp anunciar que passou a mudar os termos de uso, que começaram a valer no último dia 15. A corrente alega que “a nova regra do WhatsApp permite usar suas fotos” e que esses dados poderiam “ser usados em ações judiciais contra você”.

 

O texto diz ainda que “tudo o que você postou pode ser publicado a partir de hoje, até mesmo mensagens excluídas” e, que para se “proteger” da nova regra, seria necessário compartilhar a mensagem com dez grupos no WhatsApp. A empresa desmentiu o boato e afirmou que “as informações contidas na imagem são totalmente falsas”. O mensageiro reitera que todas as mensagens trocadas no mensageiro “são protegidas com criptografia de ponta a ponta” e, portanto, “o WhatsApp não pode ler, ouvir ou ver o conteúdo das imagens compartilhadas”.

 

Termos – Os termos atualizados pelo WhatsApp na última semana permitem o compartilhamento de dados da interação entre usuários e contas comerciais com as empresas parceiras do Facebook. Quem não aceitar os termos autênticos do WhatsApp pode ter funcionalidades da sua conta limitadas até não poder mais mandar mensagens e ser obrigado a concordar com as regras. Nenhuma conta será limitada nos primeiros 90 dias, a contar do dia 15 de maio. Além disso, o WhatsApp não emite alertas por meio de mensagens de texto em grupos.

 

*com informações TechTudo

Compartilhar agora
X