EM QUEDA! Taxa de ocupação de leitos Covid-19 está abaixo de 50% em 22 estados

O Brasil deu mais um passo e avançou no registro cada vez menor da taxa de ocupação de leitos Covid-19 (clínicos e de UTI) na maioria dos estados. Nesta quarta-feira (15), as redes hospitalares de 21 entes federados informaram que estão menos sobrecarregadas e apresentaram taxa de ocupação abaixo de 50%, parâmetro considerado como dentro da normalidade. No momento, apenas os estados do Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul apresentam taxas de ocupação na zona de alerta, que varia entre 51% e 69%.

 

Segundo o Ministérui da Saúde, na prática, a baixa ocupação quer dizer que o sistema de saúde está registrando menos casos graves ou gravíssimos da Covid-19, ou seja, situações que demandam internações e/ou intervenções médico-hospitalares, o que reflete em um cenário epidemiológico cada vez mais confortável no país. A queda nas taxas de ocupação dos leitos também reflete na maior capacidade de atendimento de casos de urgência e emergência, além de permitir a retomada gradativa e segura de cirurgias e procedimentos eletivos.

 

Cenário epidemiológico – Na última semana a média de móvel de óbitos, que começou a cair em junho, atingiu o menor número desde o ano passado. Outro marco importante é que o Brasil está entre os quatro países que mais vacinam a população. Já são mais de 214 milhões de doses de vacinas aplicadas em todo o território nacional, de acordo com a soma das primeiras e segundas doses, segundo a Saúde. São 139,2 milhões de brasileiros que receberam a primeira dose, sendo que 75,4 milhões já concluíram o esquema vacinal.

 

foto: Marco Santos / Ag. Pará

Compartilhar agora
X