Em novo single, Andrezza Santos faz conexão ‘interplanetária’ com o mundo do “Vácuo”

Uma mensagem visualizada e não respondida tem sido cada vez mais o estopim para intrigas e indiretas, inclusive entre amigos. É o famoso V-Á-C-U-O: uma palavra simples, composta por apenas cinco letras, mas que costuma gerar muito incômodo. Que atire a primeira pedra quem nunca ignorou ou foi ignorado, principalmente nas redes sociais.

 

E foi partindo de uma dessas experiências que a cantora Andrezza Santos, paulista radicada no Vale do São Francisco há cerca de cinco anos, produziu seu mais novo single, “Vácuo”, uma canção que critica, de uma maneira bastante diferente e dinâmica, a forma como as pessoas se relacionam com o tempo e com a tecnologia na atualidade. A música foi lançada nas principais plataformas de streaming de música e também ganhou um clipe, que já está disponível no Youtube.

 

“O acúmulo de ansiedades, angústias e notícias ruins que estamos submetidos nesse tempo de pandemia faz parecer que o nosso sistema dá pane. E foi a partir de uma pane que ‘Vácuo’ nasceu. O estopim para o surgimento da canção foi quando eu levei uma bronca de um amigo porque eu o ignorei. Depois que escrevi a letra, gravei um vídeo acústico, postei nas redes, e o feedback foi legal. Foi aí que decide lançá-la como meu segundo single de 2020”, disse Andrezza Santos, que no primeiro semestre lançou “Amor de Portelinha”, que já acumula quase 2,5 mil visualizações no Youtube.

 

Composta por Andrezza Santos, que também assina os arranjos, e com co-produção musical de Iago Guimarães, do estúdio Casinha Lab, de Juazeiro-BA, a canção tem a participação do saxofonista petrolinense Carlos Roberto. A concepção e produção artística da identidade visual da capa do single e do clipe é assinado pela produtora EiFia, de Petrolina-PE.

 

O clipe traz como principal referência a dicotomia entre o passado (analógico) e o presente (digital), a partir de reflexão sobre a interferência da tecnologia no cotidiano. Outro ponto marcante da nova produção é que toda a ação de divulgação se deu através da incorporação da “Deusa do Vácuo”, uma analogia às assistentes virtuais inteligentes, que proporcionou uma interação ‘interplanetária’ entre o público e a cantora, a partir da concepção de existência de uma ‘atmosfera do vácuo’. Os resultados dessa experiência serão divulgados em breve nas redessociais da cantora (instagram.com/andrezzasantosoficial).

 

Todo o processo de produção da música foi feita de forma virtual. A gravação do clipe foi feita com uma equipe extremamente reduzida e adotando todos os protocolos sanitários preconizados pelo Ministério da Saúde, como uso de máscara pela equipe, distanciamento social e higienização com álcool-gel.

Assista ao clipe:

 

Compartilhar agora
X