EM BUSCA DE RESPOSTAS: Oxford vai testar efeitos da ivermectina contra a covid-19

A Universidade de Oxford anunciou nesta quarta-feira (23) que está investigando a ivermectina como possível tratamento para a Covid-19. O estudo sobre o fármaco antiparasitário, que vem sendo amplamente promovido como solução para a Covid-19 apesar da falta de dados concretos que comprovem sua eficácia, deve resolver as controvérsias sobre sua eficácia no combate aos efeitos da doença nos pacientes infectados com o novo coronavírus.

 

A ivermectina será avaliada como parte do estudo “Principle”, apoiado pelo governo do Reino Unido, que avalia tratamentos não hospitalares contra a Covid-19. O teste será de controle clínico randomizado em grande escala (no qual um grupo recebe, aleatoriamente, o medicamento, enquanto outro recebe placebo), considerado o “padrão ouro” na avaliação da eficácia de remédios.

 

Amplamente utilizado em todo o mundo para tratar infecções parasitárias, como a oncocercose, a ivermectina inibe a replicação do vírus em laboratório, segundo pesquisas, mas estudos em pessoas têm se mostrado mais limitados e não comprovaram, de forma conclusiva, a eficácia ou segurança do remédio no tratamento da Covid-19.

 

*com informações da Forbes Brasil

Compartilhar agora
X