DOSE DE REFORÇO: Saiba quando e qual vacina você vai tomar

A terceira dose da vacina contra a covid-19 agora será aplicada em toda a população brasileira com mais de 18 anos, conforme anunciou ontem (16) o Ministério da Saúde. A orientação da pasta é que as pessoas com ciclo de vacinação completo há cinco meses procurem um posto de saúde para tomar a dose de reforço. A preferência é que a nova dose seja da Pfizer, no entanto, há outras possibilidades de acordo com o imunizante tomado no ciclo inicial.

 

Coronavac – Aqueles que receberam a Coronavac deve tomar a dose adicional, preferencialmente, da Pfizer. Caso o posto de saúde não tenha estoque no momento da procura, o profissional de saúde poderá aplicar a vacina da AstraZeneca ou da Janssen. Ou seja, não deverá ser ministrada nova dose do mesmo imunizante do ciclo tradicional.

Astrazeneca – A Pfizer também é indicada para os imunizados pela AstraZeneca. Isso porque, de acordo com o Ministério da Saúde, a vacina com a “tecnologia do MRNA é o mais adequado para um dose de reforço”, e a vacina da Biontech é composta por ela.

 

Pfizer – A recomendação é a que a dose de reforço seja das Pfizer ou da Janssen. Quem tomou doses diferentes (Pfizer e Astrazeneca), também deve ser imunizado com a Pfizer.

 

Janssen – Aqueles que foram vacinados com a Janssen deverão tomar três doses. A segunda dose, depois de dois meses após a primeira aplicação, também será da Janssen. Cinco meses depois, como os demais imunizados, ele deve tomar a dose de reforço, a terceira dose. De preferência, esse grupo também deverá tomar a vacina da Pfizer.

 

O reforço já ocorre para idosos, imunossuprimidos e profissionais da saúde. Na próxima semana, a Saúde pretende distribuir doses de vacina específicas para aplicação da dose adicional. No entanto, cabe a cada estado e município fazer e divulgar um calendário de aplicação adicional. A previsão da pasta é terminar o reforço até maio de 2022.

Compartilhar agora
X