Dono de pitbull que matou cães de estimação de família em Petrolina, diz que animal “agiu de forma inesperada e irreconhecível” e lamenta ocorrido

O tutor do pitbull que invadiu a residência de uma família no Condomínio Vivendas do Rio, em Petrolina-PE, na tarde desta terça-feira (27), e matou dos cães de estimação, disse que “o cachorro estava em casa e, mesmo com toda a estrutura montada e da qual ele nunca havia escapado, infelizmente aconteceu a fuga de forma inesperada”. Em nota divulgada nas redes sociais, sem se identificar, o responsável disse lamentar o episódio.

 

O texto diz ainda que foi dada toda assistência à família atacada. “Nunca tivemos problema com o referido cão e ele não costumava passear em qualquer espaço público, justamente por entendermos que mesmo com todos os itens de segurança que disponibilizávamos, um animal desse porte pode gerar desconforto para as outras pessoas. No entanto, o cachorro tinha contato com outras crianças e animais, mas agiu de forma inesperada e irreconhecível”, complementa o tutor que diz ainda: “Estamos consternados com o que aconteceu e à disposição da família para qualquer necessidade que possa surgir”.

 

O caso

 

O pitbull invadiu a casa, e, em um corredor, atacou o primeiro cachorro da família. Logo em seguida, animal foi até um quarto e matou o segundo cachorro, que segunda a família, teria tentado se esconder embaixo da cama, mas foi arrastado. O cachorro também tentou entrar em um quarto onde estavam duas adolescentes e uma criança de 5 anos, que ficaram escondidas até a chegada da família. A família espera que o pitbull seja retirado do condomínio e disse esperar que haja mais rigor no cumprimento das leis. A família desistiu de registrar o boletim de ocorrência.

Compartilhar agora
X