Compositor critica Netinho por cantar ‘Milla’ em ato pró-Bolsonaro: “Débil mental”

Manno Goés, compositor da música ‘Milla’, que fez sucesso na voz de Netinho, chamou o cantor de “débil mental” após o mesmo cantar o hit durante manifestação pró-Bolsonaro, em São Paulo, no último sábado (1º). No protesto, Netinho e outros bolsonaristas pediam a intervenção militar. Insatisfeito, Goés usou as redes sociais para criticar o cantor.

 

“Netinho ontem cantou Milla no ato em que pessoas brancas, na Paulista, gritavam ‘eu autorizo’, para Bolsonaro. Autorizam o que? Golpe militar? Portanto, eu NÃO AUTORIZO esse débil mental de cantar minha música”, escreveu o compositor que acrescentou ainda que já entrou na Justiça para retirar do ar os vídeos que a música aparece na manifestação. Vale ressaltar que essa não é a primeira vez que Góes, que é contra o governo de Jair Bolsonaro, fez críticas a artistas que cantaram a sua música e são, segundo ele, apoiadores do atual presidente.

 

Em janeiro, o compositor escreveu: “Artistas baianos bolsominions: Tuca [Fernandes], Levi [Lima], Netinho… Todos cantaram Milla. Meu Deus! Que mal eu fiz?”, questionou. “Espero que outros artistas percebam que ao se silenciarem estão sendo coniventes com atos contra a democracia. Não se trata de posicionamento político apenas; se trata de apreço à liberdade e à constituição”, concluiu o compositor. Netinho, por sua vez, sempre demonstrou apoio ao presidente.

foto: reprodução/Instagram

Compartilhar agora
X